domingo, 11 de março de 2012

INVEJA E CONTENDA NA IGREJA

Salomão reconheceu a vaidade (inutilidade) desse pecado quando disse: "Então vi que todo trabalho e toda destreza em obras provêm da inveja do homem contra o seu próximo" (Eclesiastes 4:4). Tentar "seguir o padrão de vida do vizinho" é um pecado que não somente nos impedirá de ir para o céu, mas também mesmo nesta vida nos tirará a satisfação (Filipenses 4:12-13).

Embora o ciúme simplesmente cobice a riqueza e a honra dos outros, a inveja é algo que se faz acompanhar de rancor. A inveja não é necessariamente querer para nós mesmos, mas simplesmente querer que seja tirado do outro. A inveja é o sentimento de infelicidade produzido por presenciarmos a vantagem ou a prosperidade do outro. Os invejosos se incomodam com os sucessos dos amigos.

O ciúme e a inveja são sempre seguidos da contenda na igreja (Romanos 13:13; 1 Coríntios 3:3). Quando nos magoamos por causa daquilo que outros conquistaram, quer financeiramente, quer na reputação, a ambição egoísta nos torna arrogantes contra o nosso irmão (Tiago 3:14). O ciúme dos coríntios para com os pregadores gerou contenda e divisão (1 Coríntios 3:3-4). Os irmãos ciumentos estão associados com a contenda, com a ira, com as disputas, as maledicências, a difamação, a arrogância e as perturbações (2 Coríntios 12:20). O ciúme e a inveja levaram os irmãos de José a querê-lo morto, geraram a rebelião de Coré, levaram Caim a matar Abel, o Sinédrio a matar Jesus e aprisionar os apóstolos. Muitos hoje e no primeiro século pregam e pregaram a Cristo movidos pela inveja (Filipenses 1:15). São zelosos pela causa de Cristo, mas esse zelo é motivado pelo desejo de desacreditarem outros irmãos.

A contenda nasce da inveja, da ambição e do desejo de prestígio, de posição e de destaque. É o espírito que nasce da competição desmedida e ímpia. A contenda corre solta quando os cristãos odeiam ser superados. Domina quando o homem se esquece que só o que se humilha pode ser exaltado. Os irmãos invejosos e competitivos cobrem o seu pecado com debates "consagrados" sobre as palavras e sobre as questões controversas (1 Timóteo 6:4-5). Que a nossa posição a favor da verdade não seja obscurecida com o motivo pecaminoso da inveja que nos conduz à contenda.

Uma vez que a contenda entra na igreja, o culto passa a ser inviabilizado. Os cristãos, e mesmo os presbíteros e pregadores, ficam tão preocupados com os seus direitos, dignidade, prestígio, práticas e procedimentos que fica impossível haver uma atmosfera que dê margem ao louvor e à adoração. Com o ciúmes e a inveja no coração, não podemos fazer julgamentos justos; o julgamento parcial só gera mais contenda. A adoração a Deus e as disputas dos homens não combinam.

O ciúme e a inveja parecem ser os últimos pecados a desaparecer da vida do Espírito. Após a longa lista que Paulo apresenta de pecados da carne e do fruto do Espírito em Gálatas 5, ele conclui o seu pensamento com a advertência: "Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito. Não nos deixemos possuir de vanglória, provocando uns aos outros, tendo inveja uns dos outros" (5:25-26). Ninguém acusou os apóstolos durante o ministério de Jesus de fornicação, impureza, sensualidade, idolatria, feitiçaria, embriaguez e orgias ­ mas na noite antes de Jesus morrer, eles eram invejosos e cheios de contenda (Lucas 22:24). Não é necessário participar do trabalho da igreja por muito tempo para descobrir que fonte eterna de problemas é a inveja.

Como corrigimos o espírito invejoso e ciumento em nós mesmos? "Alegrai-vos com os que se alegram e chorai com os que choram. Tende o mesmo sentimento uns para com os outros; em lugar de serdes orgulhosos condescendei com o que é humilde; não sejais sábios aos vossos próprios olhos" (Romanos 12:15-16). "Finalmente, sede todos de igual ânimo, compadecidos, fraternalmente amigos, misericordiosos, humildes, não pagando mal por mal ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo" (1 Pedro 3:8-9).

"Ora, é em paz que se semeia o fruto da justiça, para os que promovem a paz" (Tiago 3:18). Todos estamos tentando ceifar uma colheita resultante da boa vida, mas as sementes que produzem essa colheita jamais podem brotar numa atmosfera que não seja aquela com os relacionamentos corretos. O grupo em que há inveja e contenda é um solo infértil, em que não pode crescer nenhuma colheita justa, firmemos nossas vidas e atitudes em Cristo.


11 comentários:

  1. Falar tudo isso é fácil, difícil é fazer com que as pessoas entendam, a inveja e a contenda mata sonhos, destroem ministérios, derruba homens e mulheres de Deus. Que o Senhor mande fogo para acabar com esse mal.

    ResponderExcluir
  2. Ministra do Evangelho de Cristo11 de março de 2012 08:48

    ja tive num ministério que acabou por causa da intriga e sofri muito mas Deus me honrou e hoje estou em outra igreja e outro ministério, mas ainda assim luto contra a contenda e a inveja por causa do meu trabalho.

    ResponderExcluir
  3. MEU PASTOR DISSE QUE ISSO NÃO EXISTE, QUE COISAS QUE SE FALA NOS BASTIDORES SÃO APENAS OPINIÕES, MA MINHA VISÃO ISSO É FOFOCA E ALIMENTA A INVEJA E A CONTENDA, EU LI UM LIVRO QUE FALA QUE A CONTENDA É UM DEMÔNIO E ACREDITO QUE SEJA MESMO, PORQUE SEMPRE ESTAMOS NO MEIO DE CONFUSÃO MESMO NÃO QUERENDO, O NEGÓCIO É ORAR E JEJUAR O TEMPO TODO

    ResponderExcluir
  4. Cláudia Santos Souza11 de março de 2012 09:49

    Sou católica e toquei na igreja mais de 10 anos, por causa de contenda e inveja fui tirada do louvor, pior de tudo isso é que sei que não fui culpada, mas sempre a culpa cai naquele que permanece quieto. Já se passaram 6 anos e até agora tenho depressão e penso nisso todos os dias

    ResponderExcluir
  5. só quem passo por isso sabe que inferno que é

    ResponderExcluir
  6. É coisa do inferno mesmo, porque nem nos misturamos, apenas procuramos fazer as coisas pra Deus e ficam falando mal da gente, criando mentiras, mas isso acontece dentro do trabalho, da escola e até na família, jamais isso seria de Deus

    ResponderExcluir
  7. Por causa de inveja e fofoca, tive muitos problemas na igreja onde congregava há cerca de uma década. No meio de tanta fofoca causada simplesmente por pessoa invejosa, o pastor chegou a ir à minha casa me dizer que eu estava comentendo pecados e mais pecados. Em Cristo fui capaz de perdoar e seguir em frente (fora de lá). Eu acredito sim que a contenda seja um demônio. Li o livro que foi citado algusncomentários acima, e isto fez muita diferença - o aprendizado abre nosos olhos e podemos resistir a esse mal, sabendo que não importa o que aconteça, Jesus está a nosso favor, e a verdade vem à tona.

    ResponderExcluir
  8. vivo isso na família e é terrivel, ninguem quer ver a gente bem, só rezando em todo tempo e perdoano cada instante

    ResponderExcluir
  9. Sai de uma igreja sendo chamado de rebelde por calúnias que um líder falou de mim, a única coisa que ele se preocupava era em não perder a liderança e não pensou o que estaria fazendo comigo depois de 15 anos dentro da igreja, hoje estou afastado e mais de 1 ano e sofro muito com tudo isso, libero perdão todos os dias,mas sofro muito com tudo isso. Cada dia que me pego a falar com Deus eu choro porque gostava da igreja e de todos de lá, mas se eu ficasse chegaria o dia em que eu seria totalmente discriminado. O pior de tudo isso é que só eu sei tudo que aconteceu de verdade mas não posso falar nada porque a biblia diz que não devemos falar do seu ungido e eu não quero falar nada contra os lideres. Sei que o Senhor é a minha justiça e Ele vai mostrar no tempo certo que nunca fui rebelde, que a única intenção que tive desde o primeiro dia foi servir a Deus e ajudar.
    Sempre vi coisas estranhas, fofocas, mentiras contra um, contra outro, pessoas que aumentavam a verdade, eu sempre dobrava o joelho e orava, mas nunca pensei que eu passaria por isso é muito dolorido. Que o Senhor toque na alma de cada pessoa que tem se levantado subindo nas costas dos outros e faça a sua justiça e tenha misericórdia de todos os injustiçados.

    ResponderExcluir
  10. eu num so invejoso, mais deviam di mata tudos invejoso ja fui invejado e muito, minha mãe dizia que inveja mata e na minha vida nada ia pra frenti

    ResponderExcluir
  11. Em minha opinião a inveja mata sim, mas mata a pessoa que sente porque mesmo que ela consiga o que o outro tem, seja cargo empresarial ou ministerial, ou qualquer outra coisa, nunca estará satisfeita sem contar que se conseguir alguma coisa passando por cima de outro vi acabar perdendo, e a pessoa prejudicada será exaltada por Deus

    ResponderExcluir